Afinal a vida foi,é...e será sempre um desafio na sequência sólida de percorrer caminhos que se ajustem à reflexão equilibrada e tolerante, onde os projetos nunca acabem, e se definam cada vez mais naquilo que queremos ser, e não no que os outros querem que nós sejamos...
Perceber que refletir e concluir são atos que não podem estar confinados apenas ao reflexo daquilo que experimentamos sozinhos, ou obcecadamente vemos nos outros,caindo assim na tentação de criar verdades absolutas agarradas a pressupostos com falta de equilíbrio identificativo da nossa própria vontade...
Não podemos nem devemos querer para os outros aquilo que foram momentos nossos,e ajustados apenas e só para nós próprios...
Fazer crescer é educar e tentar ser amigo,é procurar limar com valores acrescentados os passos próprios de uma imaturidade pela qual quando jovens naturalmente passamos,e ou se está bem atento,ou então ficamos apenas por nossa conta,e isso pode ser muito perigoso...
Sinto sinceramente que os "meus" me olham com a admiração de quem foi livre de escolher o seu próprio caminho,com responsabilidade e dispensando cópias comportamentais,mas entendendo que a partir de uma "base experimentada" também podemos ramificar genuinamente o nosso próprio"eu"...
Só se vive uma vez,e tirar originalidade a um ser,é limitar as emoções que estavam reservadas para cada um,e isso eu penso que não é justo...

Custódio Cruz

Aprender com a nossa sombra,e fixar os olhos em outras...

Aprender com a nossa sombra,e fixar os olhos em outras...

sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Na Praia da Leirosa,a Paixão pelo futebol vai ser compensada...


Hipocrisia,volto a referir as vezes que forem precisas, não é comigo,louros para quem assume aquilo que pode vir tarde,mas a tempo de soltar felicidade a quem merece.

Já foi há muito,e espalhado está por este Blogue de palavras e sentimentos simples,que há parcerias que se justificam de todo,e adormecidas têm andado no tempo,vá-se lá saber porquê...
O certo,e isso é que interessa,é as emoções doces que vão tomar conta daquelas crianças,que amparadas e motivadas por lutadores e lutadoras,nascidos em berços balançados pelos próprios braços das "gentes do mar",lhes têm feito acreditar,o quanto a filosofia do querer,pode um dia acrescentar ainda mais,aos sorrisos de uma vitória bem conseguida,ou mesmo aos de uma derrota bem aceite.


Professores da vida,adultos que já foram crianças,que se formaram ensopando os pés nas poças daquele pelado,que num Domingo de descanso,acordaram e se levantaram mais cedo para preparar o "palco dos sonhos",que pegaram nos seus próprios meios, e os colocaram ao dispor de uma paixão,de uma missão,de um perfeito desígnio para com quem possa ter mais do que aquilo que emoldurou as suas próprias memórias.


OS DIRIGENTES, COLABORADORES, SECCIONISTAS, SÓCIOS E POPULAÇÃO ,serão os maiores vencedores,os JOVENS E ADULTOS de paixão viva,as estrelas que iluminarão um futuro ainda melhor para os que vierem, os POLÍTICOS e outros AGENTES ECONÓMICOS ,os percussores do que é pertinente criar em função do bem social.
Não vale a pena dizer muito mais,mesmo que tanto eu tivesse para contar sobre este Praia da Leirosa de também gratificantes episódios que se entrelaçaram com a minha história no futebol,mas garanto,  na pura das sinceridades,que estou muito feliz,por afinal os sonhos se concretizarem para outros tantos,fruto de dedicações que passam pelas "sombras da vida",mas que não escapam a quem as sentiu e sente na alma.
Pois morreu,mas onde quer que esteja...sorri ao bom sorrir!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

CONVITE

AOS SÓCIOS, DIRIGENTES, COLABORADORES, SECCIONISTAS E POPULAÇÃO


Cerimónia de assinatura de um protocolo, tendo em vista a Requalificação do Parque Desportivo da Praia da Leirosa, com infraestruturação, arrelvamento artificial do campo de futebol 11 e intervenção ao nível da iluminação, no próximo dia 3 de outubro, segunda-feira, pelas 18H30, no Salão Nobre do Edifício dos Paços do Concelho.


quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Nunca é tarde para se "partir a loiça"...



Cedo se percebe que para além do talento,existe um vozeirão marcado pelas genuínas melodias do sentimento,uma alma que sonha voar,e se liberta distribuindo o encanto aos quatro cantos da sala,que quer vencer num reflexo em que a conquista não seja formal,mas pelo contrário avassaladoramente espontânea.
Afinal,
cativando com a essência  do que se é capaz,mas na exposição ao que não se prevê,como que vivendo a vida.
e não apenas construindo sonhos...
Fernando Daniel,
isso mesmo,
um Português que pode levar a sua voz ao mundo...

Custcruz

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

O enigmatismo das Figuras e dos Figurões...



Triste,
muito triste com a ingratidão,
muito revoltado com a mentira...
Confuso pela facilitação com que se troca um bem moral,
pelo material...
Gente com história triste,
é certo,
mas que pensei ainda assim tivessem alguns limites para a dignificação das suas vidas...
E tudo isto para conquistar uns poisos num subterrâneo de vergonha,
que por dissimulado justifique aquilo que nunca mais será...
Prever o futuro é um risco tremulo,
entre o que se arvora e o que sobra na indefinição,
na certeza porém,
que em cada ramo serão podadas as pontas inconvenientes,
de forma gradual e metódica,
para que no fim não prevaleçam por perto qualquer tipo de pregões,
sejam eles de envolvência comercial ou social...
Assim vai o mundo,
assim vai o que nos referencia dos demais...
Entre ameaças e perseguições,
resta a persistência e a esperança dos lutadores,
 entre os quais e mesmo assim, 
nem tudo o que parece é,
pois naqueles com que também parece que mais se conta,
a troca de máscaras baila em artifícios pontuais,
e sempre na procura de benefícios, 
onde quem soma fica,
e quem o não faz,
some...
Mas isto por agora,
claro!!!

Custcruz

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

A nostalgia de quem ama...

Para lá da rede,
para cá da paixão,
por um mundo que não me trai,
por um sonho que nunca acaba...

Definido,
é não te abraçar de novo,
mas promessa é o coração nunca te largar...

Desígnio é estar contigo até morrer,
certeza é perseguir os talentos que te desenham as emoções,
interpretando-as como eu gosto,
e com tudo o que me tragam de novo...
Libertar a minha alma num recanto que já foi meu,
e de todos os que se apaixonaram pelas suas ilusões,
recordar cada lágrima que na tristeza e na alegria vivi,
e nunca me arrepender de ali um dia ter sido tão feliz...
Mesmo que nem a todos tenha tocado.
e até que outros se tenham esquecido,
entranhados na minha alma permanecerão,
porque também para sempre serão meus filhos,
meus amigos,
meus irmãos.
meus semelhantes de apenas mais uma história que a Mãe Naval nos ofertou com o seu generoso coração...
Estou a chorar,
porque um Homem também chora,
estou vivo e bem vivo,
porque afinal ainda não me fui embora...
Custcruz

domingo, 25 de setembro de 2016

Ultimo Adeus a mais um verdadeiro Navalista !!!!



A minha vida poderá ser envolta de muitos inimigos.mas com a certeza porém,que outros tantos contrabalançarão "o livro" da existência de quem faz por ser justo,ao não deixar esquecer quem e com quem,valeu a pena ter-se cruzado,não pela regra da hipocrisia,mas sim de uma admiração mútua,alicerçada em valores morais,que cada vez mais escasseiam neste mundo dos vivos.
Jorge Pires de Lobo,foi sempre um Navalista convicto,acérrimo,consciente,e de uma paixão pura ao clube e há sua terra.
Homem de instintos controlados,continha em si a arma poderosa do bom senso,observador incansável,protagonizava o que tinha que ser na hora certa,portador de um coração capaz,recusava a injustiça,e abraçava quem merecia.
Ainda sinto o sussurro das suas palavras solidárias,quando "a bola me atordoava a cabeça",fosse pela vicissitude de uma simples derrota dentro das quatro linhas,ou da minha "inadaptação" às tais regras de vida,onde ele com aquele sorriso resolvia no ignorar do que não valia a pena,mas eu enfrentava na esperança de mudar o mundo.
Ainda aprendi consigo a saber fazê lo,mas...pois é,Senhor Jorge Lobo,e o mundo tinha alguma graça se não houvesse teimosos como eu?
Parece que o estou a ver,de sorriso aberto e sereno,não a condenar-me,mas a respeitar e a admirar a minha persistência e fidelidade pelas escolhas transparentes,que não enganavam na certeza daquilo que não tinha volta a dar,e que ele até reconhecia enquanto certificação de resultados que só a coragem pode oferecer.
Partiu mais um amigo da nossa Naval 1º de Maio da Figueira da Foz,abalou de forma tão tranquila quanto ele era,um ex.Dirigente dos que também o eram na verdadeira acepção da palavra,deixou de fazer parte deste mundo,mais um ser que não deixará de murar no meu coração,pela amizade e sentido de justiça que me dispensou ao tempo,e quando mais precisava para fazer sobreviver o que sou,e como sou.
Obrigado,Senhor Jorge Lobo,e agora repouse em Paz,pois se você tanto a cultivou em vida,decerto a justiça divina lho saberá reconhecer.
Adeus,verdadeiro Navalista!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

sábado, 24 de setembro de 2016

Serás sempre tu a aconchegar-me a alma...



Tentando fugir aos murmúrios revoltados da mente,nada melhor do que tocar recantos que me isolam do que por agora não quero pensar,ainda que a espaços o meu instinto lutador prepare a resposta a quem já grita vitória,tudo tem um tempo,que nunca poderá ser aquele que calculado serviria às bestas do mundo.

Foi sempre assim,é um destino que trilho muitas vezes num enorme sofrimento,mas que em outras tantas,me deu vitórias categóricas sobre monstros que o são mesmo,mas que nada têm a ver com a dimensão que os possa projetar em memórias capazes de saírem do zero,com que depois desaparecerão da vida.


Eu faço o que quero e bem me apetece,eu dou corda aos sapatos na direção que mais me interessar,e nada nem ninguém me afastará da nuvem sonhadora que em resultado desse estado de alma,viverá vencedor,e senhor de mim próprio para todo o sempre.

Sim,a maioria não está a perceber patavina deste meu desabafo convicto,mas quem me conhece,não precisa de saber o motivo porque "fugi" para o campo de treinos do Municipal José Bento Pessoa,para me ligar também aos anseios sonhadores de jovens que com aquela camisola mais são o meu orgulho,e os "anjos que me fazem deambular", na procura de uma paz que se misture com o talento de um jogo que nunca saberei de cor e salteado,porque sempre também este me trás protagonistas que lhe dão um cunho com algo que me toca arrepiantemente na surpresa.
Vencemos por 3-2,e aqui o sofrimento foi mais doce,pois até parecia Dia de Natal,entre cinco golos concretizados,resolveu a rapaziada da Naval e do Loures,ofertar alternadamente ímpetos que jogariam contra si próprios.
O certo,é que sempre acreditei que a "estrela do jogo" haveria de brilhar para assinalar este meu regresso ao sitio onde agora gosto mais de estar.
E assim foi,a "maltinha" do Mister Marinho Serpa,com um Golãooo
na altura certa,assim com eu já disse que gosto,somou mais 3 pontos,e lá vai "voando nas asas do tempo",e em direção a um firmamento,que dará de certo ao futebol muitos "artistas" na verdadeira acepção da palavra.
Olhe,Ana Maria Pinto da Costa,eu estava ali,e se lhe estraguei a fotografia,desculpe lá ...ok?
Estou na brinca,então até um dia destes...

Custcruz

domingo, 18 de setembro de 2016

Uma questão de fé...



Quem não vende a alma,
sofre com a luz que a define,
desfalece pregado na injustiça,
mas nunca morre no labirinto de quem a criou...

Custcruz

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

...

custodio nogueira da cruz custodio cruz
Trabalha em conta propria
Frequentou Escola Dr.Joaquim de Carvalho da Figueira da Foz
Vive em Figueira da Foz, Portugal

|1 509 818 visualizações

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Não mintas muito,porque se não perdes-te...e és apanhado facilmente...




O ser que não se acautela com o ridículo,
anda no mundo perdido por não saber quem é,
quando fala não pensa,
e quando age facilmente se esquece das suas ultimas ações...

custcruz

terça-feira, 13 de setembro de 2016

Os ecos mais tranquilos e discernidos do ultimo Naval /Académica em Juniores...

Ouvi dizer e o meu instinto diz-me também,que a Naval 1º de Maio em juniores surpreendeu na primeira parte,evidenciando uma qualidade que não é feita de rótulos,mas do valor efetivo dos seus jogadores e de quem os orienta. 
E isto perante uma Académica que só pode ser a imagem do seu treinador,que idealiza e sonha ao mesmo tempo,que arrepia e transporta caminhos com uma atitude vencedora,que brilha mais do que tem pecados,mas desta feita,foi mesmo na área emocional que se lançaram contas numéricas que podiam destroçar o onze,mas mesmo sem este numero,foi mais forte a persistência e a abnegação da "alma das capas negras",que tanto choram,como voam,em direção ao firmamento de uma estrela merecida só para quem acredita sempre...
Desenganem-se no entanto os que pensam que a Naval é uma equipa qualquer,pelo contrário,tem tido um crescimento sustentado na "pirâmide mágica",e se até ao seu mestre tem surpreendido,ninguém deseje um ou outro clube para ser feliz,pois diz-me a voz da experiência,que é com os caminhos menos esperados,que a surpresa até de nós toma conta,que os focos iluminam quem não desiste de ser grande,e quando dá por ela,a sua dimensão é mesmo enorme,e marcada pelos melhores resultados. 
Depois,sim depois...e ó muito me engano,o deslumbramento possuído pela humildade excessiva,tomou conta de quem estava mais próximo da vitória,e assim os jovens Navalistas,caíram na 2ª parte numa retração que lhe fez ofuscar um talento que sem audácia não marca a diferença,e se arrisca à aniquilação de quase todos os seus labores. 
Seus putos de sonhos mil,não fiquem tristes com o que não ganharam no sábado,mas sim fiquem felizes com a lição que aprenderam,e a partir de agora,se quiserem anotem estes humildes pensamentos: 


O risco tem que estar sempre presente dentro de nós,e é no controlo de emoções que o segredo se expõe para se ser melhor,que o digam os do Mister Luis Miguel,que tão bem o souberam fazer uma semana antes,e contra o Benfica,e agora se "atrapalharam" perante uma revitalizada "alma navalista". 
Rendendo-me ao valor das duas formações,que assim escreveram mais uma página de uma história que tem tudo a ver com o futebol,mas que não se dissociou da força que um Derby pode catapultar no cruzamento de dois grandes emblemas do Distrito de Coimbra. 
Abraço para todos,e desculpem lá o "atrevimento" dos palpites sobre aquilo que não vi,e acreditando mesmo nos méritos dos academistas principalmente na 2ª parte,um empate vale o que vale,mas diz de certo muito do equilíbrio de valores entre uma e outra equipa. 
Pois...é isso : 
Colocar de parte o risco...é levar boladas a torto e direito,e mesmo acreditando na sorte,pode não compensar no querer com que devemos viver a vida . 
Olhem,eu arrisco no que posso em cada momento,e sem nunca abdicar de o fazer,quem sabe não tenho só a sorte pelo meu lado naquilo que acabei de escrever.
Parabéns,e mais uma vez,outro abraço para as duas equipas...
 Custcruz

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Eu e o meu instinto emocional,o Mercado da Figueira e as quedas previstas...






Com um piso propenso a quedas,quando molhado,e até com gelo espalhado inadvertidamente,com a sinalética mal orientada,e com o Zé pelo vinho na "tasca",lá se aventurou a senhora idosa num caminho que a levasse tranquilamente até a uma das saídas deste espaço,mas o certo é, que em um estrondo se virou de pernas para o ar,bateu com a cabeça no chão,e mais não se levantou.
Correram os mais solidários,já outros prefeririam ver ao longe,e inteirarem-se da saúde no dia seguinte,e quando a viram,enquanto isso,quem a rodeou,mostrou preocupação e prontamente alertou o INEM.
Viveram-se momentos aflitivos,e os comentários soltavam-se em perspetivas complicadas de ouvir e sentir,a senhora  estatelada em cima da água, manifestava convulsões de medo,e foi aqui,que pedi aos presentes que se amparasse quem estava mal,mas também contendo-se em comentários rodeados de um terror que estaria a perturbar a vítima.
De seguida, fitei-a nos olhos,e comecei estrategicamente a tentar virar-lhe a mente,artificializei um rosto mais optimista,e pedi-lhe que olhasse para mim,soltando de seguida admiração por uma "...melhoria notória...",que não estava por lá,mas interessava como contraponto à aflição que a rodeava.
Repeti algumas vezes,"...há...já está melhor,e até a perceber o que lhe estou a dizer...",de seguida,continuei..."já movimenta a cabeça,e já olha para mim a sorrir..." e finalizando..."...que bom.....
Nisto surgiram os paramédicos,a ambulância estava pronta para a levar para o Hospital,e aí,afastei-me em silêncio,pedindo a Deus que tomasse conta dela...
Mas isto foi no Sábado,e hoje Domingo,e depois de ir ao Café beber um descafeinado,voltei para o meu módulo,e entretanto,vejo uma senhora idosa entrar no espaço,sorrindo,e dizendo-me efusivamente:
"...Estou aqui,a olhar para si e a sorrir...",agradecendo-me a preocupação interventiva,e adiantando,que me viu passar,e me reconheceu,elogiando o meu gesto,e complementando,que gostou do que lhe disse naquele momento tão difícil,idealizando aquilo que deviria ser,mas nem sempre o é,de que "...temos que ser uns para os outros...".
Fiquei contente por a ver bem,mas mais ainda,por um agradecimento que não era preciso,mas me fez refletir mais uma vez também naquilo pelo que tanto luto,e assim,se justifica que ajude a alimentar para bem do mundo.
Em tempos de pouca vontade para sorrir,fui "apanhado" por alguém que me encheu o coração,e revitalizou a esperança de nunca desistir...


Custcruz

sábado, 10 de setembro de 2016

Emoções ao rubro no Bento Pessoa...



A vida está cada vez mais difícil,e tendo que que se ser fiel à filosofia da "cigarra e da formiga",e isto numa terra como a Figueira da Foz,onde quem é comerciante como eu,nunca pode abdicar um minimo que seja da essência daquela fábula,é obrigado a deixar-se envolver por desencantos como os que são o incumprimento da sua vontade.

Assim,não vou poder estar no Naval / Académica HOJE em Juniores pelas 17 horas no campo de treinos do Municipal Bento Pessoa.

Tanto que gostava poder observar todas as peripécias de um prélio que promete emoções fortes,entre duas equipas que salpicam "raivas" saudáveis entre si,que são comandadas por figuras que admiro,e se noMarinho Serpa,vejo uma revelação que me enche as medidas como técnico de formação,pelo outro,está ao leme da briosa,um irmão,um amigo,e eu sei lá o quê,por tudo aquilo que fez parte de uma história onde o nosso cruzamento criou degraus que nos fez ascender a uma admiração mutua,e que,como com todos aqueles que me acompanharam nos meus sonhos com uma bola nos pés,jamais esquecerei,e sempre o quero ter presente no meu horizonte de vida.
Boa sorte para as duas equipas,mas porque hipocrisia não é o meu forte,temos pena,Luis Miguel Carvalho,vence lá tudo o que os teus sonhos comandam, menos cada vez que te encontrares com a "Velha Senhora",a enorme Associação Naval 1º de Maio da Figueira da Foz,que quando nasceu,ainda "a estudantina" não cantava qualquer feito,de qualquer ilusão desportiva.
Que seja um grande jogo,e que no fim,seja também a Squadra Verdi 03,"a batucar" as letras da vitória.
Que sejam os Navalistas,a trazer para casa mais um estimulo que alimente a motivação capaz de erguer a Naval aos píncaros de uma existência que tem que ser intocável,custe o que custar.
O momento do jogo já o escolhi,e será quando no princípio e no final do jogo.Marinho Serpa,e Luis Miguel Carvalho,se cumprimentarem,e darem azo áquilo que lhes vejo como dois grandes seres humanos,e grandes treinadores na verdadeira acepção da palavra.



quinta-feira, 8 de setembro de 2016

Quem cai...também se pode levantar...



 Entre revoltas nos tempos que passam,faltam-me palavras e vontade para descrever o que quer que seja,mas com um olhar em quem ao lado de todos nós caminha sem se vergar a quedas imprevistas,motivo-me para não desistir de ajudar a provar aquilo que este enorme ser humano nos transmite e solidifica como mensagem,de que cair até não é tão difícil,mas que levantar também não é impossível...

quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Pensamentos simples...


Resistir é o maior ato de convicção,
e ainda que muito se possa sofrer,
é na liberdade alcançada que o sentimento nos ilumina ante quem gosta e não gosta de nós...
Aí,a luz nunca se apaga,
e a verdade decide o brilho da escolha...

Custcruz

segunda-feira, 5 de setembro de 2016

A filosofia do vestido vermelho...



És diferente,
porque preenches mais o mundo da ilusão...

Tanto focas o ser na pujança de uma luz que nos ofusca a simplicidade das coisas,
quanto insinuas o todo de uma atenção forte e capaz do nos afastar das escolhas genuínas,
e nos empurrar para emoções onde o artificio resulta sem deslumbre,
e por isso não ilumina o coração...

Marcas uma diferença que de todo não será má,
porque não enganas na presença,
mas ultrapassas os limites do desejo.
porque cansas com uma só ideia,
por presa a um só sentimento,
que se usa e se deita fora...

Não são as cores efémeras que se conjugam com a felicidade,
são as misturas sensíveis de quem as usa,
que se aproximam como em momento mágico,
de quem as observa,
as interpreta,
e classifica na raiz intencional do momento...

Efémera, 
é a vida,
que tanto oferece em trilhos de cores,
como acelera em quem por cá passa,
que ignorando as misturas do sonho,
alcança certezas envoltas numa solidão impressionante,
bem vista ao longe,
mas sem deixar nada por perto dos que cá ficam...

A não ser o desenho de uma banalidade termenda,
sem contornos nem imaginação.
esvaído em sangue, 
e rasgado em linhas inconsequentes...

Custódio Cruz(custcruz)

Se estou a ficar maluco?
Claro que sim,

mas ainda assim acredito que haja quem me entenda neste exercício filosófico,
Olha se há !
E até acrescenta alguma coisa há vida das muitas que precisam...

sábado, 3 de setembro de 2016

Os grandes gestos nunca se agradecem num só momento...registam-se para sempre...


Outrora aparecias nos Jornais devido à JUSTIÇA dos teus êxitos desportivos, agora pelas INJUSTIÇAS a que estás sujeito, por parte de quem não te conhece.

Logo o Mister que sempre nos ensinou a respeitar 
o outro no futebol e fora dele!!!

Podia não ser um grande(mas era) treinador mas era o nosso grande companheiro,nosso confidente,ao exprimir-se para nos passar uma mensagem usava a nossa linguagem e ACIMA DE TUDO ERA "O NOSSO MELHOR AMIGO" que a brincar nos transmitia valores tão importantes na vida desportiva como na sociadade, valores como a SOLIDARIADADE ,HUMILDADE , RESPONSABILIDADE ,GARRA, ESPÍRITO DE GRUPO,E QUE ACIMA DE QUALQUER TIPO DE COMPETIÇÃO TÍNHAMOS DE TER EM CONTA SEMPRE O RESPEITO PELO OUTRO e que nos deviamos divertir e ter prazer com os objectivos que ia mos tentando conquistar.....CENTENAS E CENTENAS DE JOVENS ATLETAS que ajudaste a tornarem se Grandes HOMENS!!!!!!!!
Obrigado Mister Custodio Cruz Cruz , por me ter ajudado na minha formação HUMANA e assim eu poder ajudar os meus FILHOS!!!!
AQUELE ABRAÇO.
Gosto
Comentar
Comentários
Cristina Barros Era e será sempre Grande ... que nunca lhe falte a frontalidade. .. Mister Custodio Cruz Cruz

  • Mais "aquele" que quase se ajoelhou junto a mim à porta da Câmara,ou "o outro" que perante "a morrinha" me ofereceu o casaco...
  • Ou "esse",que hoje me procurou no Mercado,colocando-se à minha disposição para me ajudar financeiramente nas custas do processo de defesa...